A segurança dos medicamentos com a Farmacovigilância

O monitoramento eficaz para prevenir riscos e disponibilizar produtos cada vez mais confiáveis.

A nossa farmacovigilância

O nosso objetivo é oferecer medicamentos com qualidade e segurança que possam contribuir para a qualidade de vida das pessoas. Para que isso se concretize, mantemos um monitoramento contínuo dos nossos produtos através do Sistema de Farmacovigilância.

Com todo o nosso conhecimento do setor e nossa tecnologia de ponta, utilizamos mecanismos de controle e investigação de tudo que está relacionado à segurança dos medicamentos. Assim, a prevenção de riscos e eventos adversos se torna muito mais eficaz.

Além disso, acreditamos que uma farmacovigilância de qualidade também está na relação colaborativa entre a indústria farmacêutica, profissionais da saúde, autoridades sanitárias, pacientes e seus cuidadores.

Com atenção e cuidado, promovemos um ambiente confiável e seguro para a saúde de todos.

Reporte eventos adversos

Algum de nossos medicamentos gerou um evento adverso, suspeita de reação adversa medicamentosa (RAM) ou inefetividade terapêutica?

Preencha o formulário abaixo com o máximo de informações possíveis sobre o relato.

    Dados do notificador

    S/RSimNão


    S/RSimNão


    S/RSimNão

    Dados do Paciente


    okFemininoMasculino


    S/RSimNão

    Dados do medicamento


    S/RSimNão


    S/RSimNão


    S/RSimNão

    Dados clínicos relevantes


    S/RSimNão



    S/RSimNão



    S/RkSimNão



    S/RSimNão



    S/RSimNão


    S/RSimNão


    S/RSimNão


    Dados da ocorrência


    S/RSimNão


    S/RSimNão


    S/REvento GraveEvento Não Grave


    S/RSimNão


    S/RSimNãoNA


    S/RSimNão


    S/RSimNãoNA


    S/RSimNãoNA


    S/RSimNãoNA


    S/RSimNãoNA

    Casos de reações adversas

    S/RSimNão

    Casos de inefetividade terapêutica

    S/RSimNão

    Casos de interações medicamentosas

    S/RSimNão

    Outros eventos adversos

    S/RSimNão


    Comentários

    Ressaltamos que as informações solicitadas no registro acima são de extrema importância para determinar as causas do evento adverso/inefetividade terapêutica relatada, conforme o artigo nº 32 da RDC Nº 406 de 22 de Julho de 2020, que dispõe sobre as Boas Práticas de Farmacovigilância para Detentores de Registro de Medicamento de uso humano.

    “Art. 32. Para ser considerada válida e reportável, a notificação deve contemplar a maior quantidade de informações possível...”

    Todo os dados pessoais são coletados, armazenados, tratados, transferidos e utilizados exclusivamente de acordo com os termos do disposto na Lei nº 13.709, de 14 de agosto de 2018 - Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD).

    Espaço do cliente